Conheça 18 ações de Edinho no combate à violência em Araraquara - Edinho Silva

Edinho Silva

Prefeito de Araraquara
Conheça 18 ações de Edinho no combate à violência em Araraquara

Com o Município assumindo um protagonismo cada vez maior na questão da Segurança Pública, a atual gestão do prefeito Edinho Silva implantou uma série de medidas com o objetivo de combater a criminalidade e proporcionar uma qualidade de excelência nesse setor. Investimentos, ideias e programas foram colocados em ação e os resultados se mostram cada vez mais eficientes.

Segundo os dados estatísticos do Governo do Estado de São Paulo, Araraquara sofreu redução nos números relativos aos índices de criminalidade. Se comparar os três últimos anos da gestão anterior (2014, 2015 e 2016) com os últimos três anos completos da gestão atual (2017, 2018 e 2019), o número de homicídios caiu de 51 para 42 casos, assim como houve queda no número de furtos (de 8.780 para 8.193 ocorrências) e de roubos (1.783 para 1.522). Já os furtos e roubos de veículos sofreram redução de 1.357 para 1.027 casos.

Uma das principais propostas do governo Edinho é a integração de esforços entre as instituições e a sociedade em prol da prevenção, controle e a diminuição das violências e crimes. Confira a seguir 18 ações implantadas pelo Município para fazer de Araraquara uma cidade cada vez mais moderna e segura:

1 – Fortalecimento da Guarda Municipal – Criada no primeiro mandato do prefeito Edinho, a Guarda iniciou suas atividades no dia 4 de fevereiro de 2002. Ao longo dos anos, sua missão foi expandida. Hoje, a corporação também atua na fiscalização de trânsito, em programas de combate à violência integrados à rede de ensino, no auxílio à fiscalização de obras e posturas municipais e na promoção de inclusão social e cidadania na esfera da segurança pública municipal. Além disso, a Guarda trabalha de forma integrada com as demais instituições de segurança pública que operam no município. Os guardas civis e agentes de trânsito também passam pelo Programa de Instrução Continuada, onde participam do curso de aperfeiçoamento que engloba ciclos de palestras e atividades práticas.

2 – Novos veículos para a GCM – Por meio de convênio com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), a Prefeitura de Araraquara conseguiu dez novos veículos 0 km para a Guarda Civil Municipal, sendo sete automóveis e três motocicletas de 250 cilindradas. O investimento foi de R$ 726 mil. A frota da GCM era de 12 veículos. Com a chegada das novas viaturas, a Guarda devolveu três veículos locados e a sua frota passou a ter 19 veículos.

3 – Modernização da Central de Videomonitoramento – Com objetivo de reforçar a segurança em Araraquara, a Prefeitura instalou 30 novas câmeras de videomonitoramento em pontos estratégicos da cidade. Com isso, o município passou a contar, no total, com 47 câmeras que monitoram o movimento de veículos e pedestres nas ruas e avenidas por meio da Central de Videomonitoramento, instalada na sede da Secretaria de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública.

4 – Mudança da Secretaria – A Secretaria Municipal de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública, com o intuito de melhorar a eficiência do trabalho, deixou a Arena da Fonte Luminosa e passou a funcionar na Base da Guarda Civil Municipal e Defesa Civil, na Rua Nove de Julho, 3419, no Jardim D. Pedro I, em frente ao Centralizado. A mudança de endereço visa concentrar toda a parte estrutural e otimizar recursos humanos, já que várias atividades administrativas podem ser enxugadas para priorizar a atividade operacional.

5 – Digitalização do sistema de radiocomunicação – Outro grande avanço na área de segurança foi a implantação do sistema de radiocomunicação digital da Secretaria Municipal de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública. A mudança do processo, que anteriormente era analógico, garante maior eficiência na comunicação. Com isso, os agentes da Guarda Civil Municipal, de trânsito e da Defesa Civil passaram a se comunicar com a central da Secretaria de Segurança de maneira mais dinâmica e segura, obtendo melhoria significativa em todas as trocas de comunicação sobre as ocorrências. O novo serviço também restabelece a plena comunicação em pontos em que a comunicação estava prejudicada, como Pinheirinho, Selmi Dei e Bueno de Andrada. O investimento foi de R$ 150 mil.

6 – Implantação do programa MONI – Com a implantação do programa de monitoramento dos equipamentos públicos, MONI, que compreende a instalação de alarme integrado às câmeras de vigilância instaladas em 161 próprios públicos municipais, a Central de Videomonitoramento da GCM também faz o monitoramento à distância, realizando o trabalho de prevenção de delitos ao patrimônio público e segurança de servidores.

7 – Implantação do programa Câmera Cidadã – O programa permite que câmeras particulares (comércio ou residências), voltadas a vias ou espaços públicos, sejam integradas à Central de Monitoramento da Guarda Municipal. Trata-se de uma rede de segurança colaborativa feita com a participação da população. O compartilhamento das imagens contribui com as investigações de forma a prevenir delitos, reconhecendo autores com mais rapidez. Também inibe atividades criminosas na região dos moradores, já que os participantes podem optar por fixar a placa de identificação do programa em local de grande visibilidade.

8 – Centro de Inteligência – Imagens de todas as câmeras de segurança são colocadas à disposição para serem acessadas, não somente pela Guarda Municipal, mas também por policiais civis, militares e federais. O sistema conta ainda com um mapeamento que mostra os locais das ocorrências – com hora, data e natureza do crime -, além da divisão por tipo de crime cometido e o número de alarmes disparados quando há irregulares no veículo.

9 – Programa educativo Guardando o Amanhã – Tem o objetivo de propiciar aos alunos das escolas municipais de ensino fundamental um maior contato com temas relacionados à organização e funcionamento das políticas públicas, direitos e deveres e outras noções de cidadania, vivenciando situações que possibilitem a reflexão sobre a construção de sua autonomia. No total, serão contempladas com a iniciativa 47 classes, o equivalente a 1.200 crianças. A Escola de Ensino Fundamental (Emef) Altamira Amorim Mantese, no Jardim Roberto Selmi Dei, foi a primeira a receber a iniciativa.

10 – Reformulação do Gabinete de Gestão Integrada Municipal – O grupo reúne 37 integrantes da Prefeitura, das forças de segurança, de entidades do comércio e da sociedade civil com objetivo de debater ações de segurança pública. Além do prefeito Edinho, de secretários e outros representantes da Prefeitura, integram o órgão as polícias Militar, Rodoviária, Ambiental, Civil, Científica e Federal, Corpo de Bombeiros, Delegacia de Defesa da Mulher, Acia (Associação Comercial e Industrial de Araraquara), Sincomércio (Sindicato do Comércio Varejista de Araraquara), OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), além de representantes de conselhos municipais e do OP (Orçamento Participativo).

11 – Troca de experiências – No ano passado, secretários municipais de segurança pública das cidades do Estado de São Paulo participam de um encontro no Centro Internacional de Convenção, em Araraquara. O evento discutiu, entre outros pontos, a criação do Sistema Único de Segurança Pública (Susp) e abordou a necessidade da participação dos municípios na elaboração de políticas públicas de segurança e o repasse de verbas do Governo Federal para investimentos na área.

12 – Terminal Rodoviário mais seguro – O Terminal Rodoviário de Araraquara passou a ter segurança reforçada 24 horas por dia, em todos os dias da semana. A pedido da Coordenadoria de Mobilidade Urbana, a empresa Riera Empreendimentos, que administra o local, providenciou a contratação de quatro profissionais, que atuam uniformizados e em revezamento de 12 horas de trabalho por 36 horas de descanso, o que garante todos os períodos do dia preenchidos, inclusive a madrugada. Além disso, o local conta com câmeras de segurança e o itinerário da Guarda Municipal pelo bairro do Melhado também passa pelo Terminal Rodoviário diversas vezes por dia.

13 – Segurança nas UPAs – Para garantir segurança não só aos servidores municipais, mas também aos usuários que utilizam o serviço de urgência e emergência do município, a Prefeitura implantou medidas para intensificar a segurança das Unidades de Pronto Atendimento (UPA) da cidade. Assim, houve o aumento da presença da Guarda Municipal nas unidades e a contratação de um controlador de fluxo para as portas de entrada. Esse profissional atua como um segurança, desarmado, e auxilia no fluxo de entrada e saída, tanto dos pacientes como de seus acompanhantes.

14 – Atividade Delegada – O programa ocorre em parceria com a Polícia Militar, por meio da Secretaria Estadual de Segurança Pública, e possibilita que policiais auxiliem voluntariamente o município durante suas horas de folga. O objetivo é combater a criminalidade e delegar atribuições na área de posturas. Implantada em Araraquara em agosto de 2016, a ação foi retomada pelo prefeito Edinho Silva. Os policiais atuam fardados e com viatura. A Prefeitura é responsável pelo pagamento das horas trabalhadas e o Estado entra com os veículos e todos os equipamentos necessários para que os policiais possam trabalhar.

15 – Patrulha Maria da Penha – O Município disponibiliza uma viatura específica da Guarda Municipal, com duas guardas mulheres, para circular nos locais em que mulheres que possuem medida protetiva precisem de maior segurança.

16 – Campanha contra o cerol – Por meio das secretarias municipais de Cooperação em Assuntos de Segurança Pública, Educação, Cultura e Esporte e Lazer, a Prefeitura possui a campanha ‘Legal é Pipa sem Cerol’, que visa alertar os jovens sobre os perigos do uso das linhas cortantes para empinar pipas. A Guarda Municipal também desempenha forte atuação em torno desse problema.

17 – Conselho de Políticas sobre Drogas – O grupo, formado por 15 pessoas do poder público e 15 da sociedade civil, auxilia na formulação do Plano Municipal de Políticas sobre Drogas e integra a ação articulada dos órgãos dos níveis federal, estadual e municipal que compõem o Sistema Nacional de Prevenção, Fiscalização e Repressão de Entorpecentes. Entre suas ações está a Semana Municipal de Prevenção ao Uso de Drogas, com várias palestras sobre o tema.

18 – Cidade mais iluminada – Várias regiões da cidade foram atendidas pelo projeto ‘Ilumina Araraquara’. Alguns exemplos são o Residencial dos Oitis, o Bosque do Botânico, o ramal de acesso Engenheiro Heitor de Souza Pinheiro, as avenidas Padre Francisco Sales Colturato (Av. 36), Bento de Abreu e Luiz Alberto, a Praça Carmella Vulcano Greicco, no Jardim Brasília, a Pista de Atletismo Armando Garlippe e do Ginásio de Esportes Guilherme Fragoso Ferrão. Vale salientar que Araraquara é uma das poucas cidades que investem na iluminação LED, que proporciona maior luminosidade e menor consumo de energia, além de resultar em mais segurança para os frequentadores desses locais.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.