No aniversário da Apae, Edinho prega cidade cada vez mais inclusiva - Edinho Silva
Seta topo ações contra a covid-19
Mapa de obras

No aniversário da Apae, Edinho prega cidade cada vez mais inclusiva

Nesta sexta-feira (28), o prefeito Edinho Silva participou de um café da manhã na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Araraquara, que reuniu sua diretoria e funcionários para comemorar o aniversário de 57 anos da instituição. O encontro, apesar de informal, respeitou todas as normas de segurança e prevenção ao coronavírus, com distanciamento nas cadeiras e uso de máscaras. A reunião contou também com a apresentação do vídeo institucional em homenagem ao aniversário da cidade.

Em sua fala, Edinho cumprimentou a APAE, lembrou das dificuldades já vividas pelos seus dirigentes e falou sobre sua importância para a cidade. “Fica aqui todo meu reconhecimento a todos que trabalham, toda equipe técnica, todas as educadoras, educadores, profissionais da área da saúde, da assistência, da limpeza, da alimentação, da manutenção. Construir uma entidade como essa é uma junção de esforços, uma junção imensa. Claro que todo mundo que está aqui fez uma escolha profissional, mas pelo quanto que a Apae exige, não é só uma escolha profissional, é uma doação de vida. Trabalhar na Apae é literalmente uma opção de vida”, discursou.

O prefeito também salientou a necessidade da pessoa com deficiência ocupar seu espaço e ser protagonista, com suas próprias lideranças na sociedade. “Temos que preparar a sociedade para que todas as crianças, pré-adolescentes, adolescentes e jovens com deficiência possam ser incluídos pelo sistema educacional, pelo sistema de trabalho e que possam construir suas vidas. Isso é uma sociedade inclusiva. E por mais que eu discurse aqui, isso não é fácil de fazer. Por isso que muitas vezes temos que radializar tanto no que diz respeito às pessoas que vivem com deficiência, radicalizar no ponto de vista dos espaços físicos, radicalizar no ponto de vista das políticas educacionais, das políticas de sáude, da geração de trabalho e renda, da geração de emprego. Uma cidade só será democrática quando ela for democrática para todos, não para aqueles que estão hegemonizados pelo pensamento majoritário que predomina na sociedade”, explicou Edinho.

A Apae de Araraquara foi fundada no dia 28 de agosto de 1963, em uma assembleia geral realizada no salão nobre da Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Araraquara. É uma entidade filantrópica sem fins lucrativos e foi implantada na cidade nove anos após a fundação da primeira Apae no Brasil, no Rio de Janeiro. Seu propósito é atuar na promoção e defesa dos direitos da pessoa com deficiência. Atende a crescente demanda de pessoas com autismo e também pessoas com deficiência intelectual e múltipla que necessitam de apoio nas áreas de saúde, auto cuidado, funcionalidade no ambiente doméstico, motora, comunicação, ocupacional, autodefesa, cognitiva, familiar, social e lazer, em busca da máxima autonomia ou cooperação e da participação efetiva em seu ambiente doméstico e na comunidade.

Presidida por Sérgio José, a instituição atende cerca de 380 famílias da cidade e possui sede própria, localizada na Avenida Cientista Frederico de Marco, na Vila Xavier, funcionando desde 1975. A Apae Araraquara ocupa uma área de 12 mil metros quadrados, doada pelo Município (10 mil metros quadrados foram doados em 1975 e os outros 2 mil metros quadrados foram doados em 2009). São vários os eventos beneficentes tradicionais realizados durante o ano pela Apae: Chá das Mães e Voluntárias (maio), Arraiá da Bondade (junho – realizado este ano em esquema de drive-thru), Comemorações do Aniversário da Apae (28 de agosto) e Feira da Bondade (novembro).

Estiveram no café da manhã os vereadores Roger Mendes (Progressistas), Thainara Faria (PT), Paulo Landim (PT), Toninho do Mel (PT) e Elton Negrini (PRTB); o vice-prefeito Damiano Neto; o diretor financeiro da Apae, Artur Wormhoudt, representando o presidente Sérgio José; a diretora técnica e pedagógica da Apae e presidente do Comdef (Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência), Adriana Biasiolo; a assessora de Políticas para a Pessoa com Deficiência, Débora Félix; e o aluno Élcio Ferreira da Cruz, representando todos os alunos da Apae.

Ações da Prefeitura

As pessoas com deficiência possuem uma plenária temática no Orçamento Participativo, que elegeu, no atual mandato de Edinho, a implantação do Centro Dia especializado (eleita em 2017), Melhorias de acessibilidade no Parque do Pinheirinho e em outras áreas de lazer da cidade (2018) e a implantação de piscina aquecida, coberta e de uso exclusivo para pessoas com deficiência (2019).

Em 13 de abril de 2019, a Prefeitura inaugurou o Centro Dia para Pessoas com Deficiências ‘Professor Joaquim Ferreira Vieira’, na Apae, que venceu o chamamento público em abril de 2019. Araraquara também contou com a implantação do Centro de Referência Municipal especializado no atendimento de pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA), que já está concluído e teve sua inauguração adiada por conta da pandemia do novo coronavírus.

A atual gestão municipal também promoveu a realização da Semana Municipal de Conscientização do Autismo (desde 2017 em parceria com entidades), o Dia da Inclusão da Pessoa com Deficiência no Mercado de Trabalho (outubro), ações durante o ‘Setembro Verde’ (lei municipal pela inclusão das pessoas com deficiência) e a realização da Semana Municipal de Prevenção às Deficiências (agosto). Também foi promovida a campanha ‘Transformação Solidária’: parceria com os Rotary Club de Araraquara, Carmo e Santa Angelina, Fisa (Fundo das Instituições Sociais de Araraquara) e Câmara Municipal, para arrecadar tampinhas de garrafas PET e lacres de alumínio para serem revertidos em leite, fraldas geriátricas e cadeiras de rodas (lançamento em agosto de 2018).

Além disso, a Prefeitura realizou a nomeação da comissão de estudos para implementação de políticas públicas para a população com deficiência auditiva (dezembro de 2017) e a entrega da proposta do programa municipal (julho de 2018). Houve ainda a realização da 1ª Conferência Municipal da Pessoa com Deficiência, para a elaboração do Plano Municipal de Políticas Públicas para a Pessoa com Deficiência, a posse do Comdef (Conselho Municipal de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiências) e a campanha ‘Respeite’: conscientização sobre o uso de vagas especiais de estacionamento, voltadas para idosos e pessoas com deficiência – em parceria com Secretaria de Comunicação e Coordenadoria de Mobilidade Urbana.

Em março de 2017, a Secretaria Municipal de Comunicação se engajou em uma campanha para divulgar informações sobre o autismo. A ação, denominada ‘Olhe e Veja’, aconteceu no Facebook da Prefeitura e não gerou custos ao Município. Buscando garantir mais acessibilidade das pessoas com deficiência visual às informações públicas, a Prefeitura aderiu ao projeto #PraCegoVer (a hashtag tem como princípio a audiodescrição de imagens postadas na página oficial do Município no Facebook).

Araraquara conta ainda com a Assessoria Especial de Políticas para a Pessoa com Deficiência, vinculada à Secretaria Municipal de Planejamento e Participação Popular, que presta orientações e faz encaminhamentos quanto aos direitos e benefícios do ponto de vista legal.

WhatsApp Edinho Prefeito