Edinho pede consciência da população para evitar queimadas urbanas - Edinho Silva
Seta topo ações contra a covid-19
MAPA DE OBRAS

Edinho pede consciência da população para evitar queimadas urbanas

Três queimadas urbanas registradas em Araraquara nos últimos dias foram solucionadas pelo sistema de inteligência da Guarda Municipal e resultaram na detenção de dois homens pegos em flagrante.

Em transmissão nas redes sociais nesta sexta-feira (11), o prefeito Edinho parabenizou toda a equipe da Guarda Municipal pelo trabalho de investigação e pediu colaboração da população neste período de baixa umidade do ar e de tempo seco.

“Estamos vivendo período de estiagem, em que todas as áreas verdes estão secas e em qualquer indício de fogo, como uma bituca de cigarro, os incêndios acontecem. Quando são involuntários, nós sentimos as consequências, mas a sociedade entende. Mas incêndios criminosos, em que vamos agredir o meio ambiente e o ar que todos nós respiramos, inclusive os familiares das pessoas que provocam o incêndio, eu não consigo entender. Isso fere o meio ambiente e a nossa saúde”, afirmou Edinho.

“Diante do trabalho belíssimo da Guarda Municipal, aproveito para pedir consciência. Araraquara não merece isso. Vamos cuidar da cidade em que nós moramos, da qualidade de vida da cidade. Vamos pensar no coletivo, nas pessoas que respiram o ar e que merecem respirar um ar de qualidade”, concluiu o prefeito.

No caso mais recente de queimada resolvida pela Guarda Municipal, um homem de 31 anos, morador da região central de Araraquara, foi flagrado ateando fogo em uma área próxima à Penitenciária no final da tarde de quarta-feira (9).

Uma testemunha presenciou o fato e comunicou a guardas municipais que passavam pela região em uma viatura, durante patrulhamento. O homem foi levado à delegacia do 3º Distrito Policial, que ouviu o rapaz e instaurou inquérito para apurar o caso.

“O fato também será encaminhado para o Ministério Público, por meio da Promotoria de Justiça responsável pelo meio ambiente”, explicou o secretário de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública, coronel João Alberto Nogueira Júnior.

O acusado pode ser enquadrado na lei de crimes ambientais, que prevê prisão e multa, e também infringiu o Código de Posturas, podendo pagar multa de 10 a 5.000 UFMs (Unidades Fiscais do Município), ou seja, de R$ 580 a R$ 290 mil — o valor varia conforme o tamanho da área incendiada.

Outros casos

Um homem de 51 anos também foi detido em flagrante por atear fogo em uma vegetação ao lado da UPA Central, na manhã do feriado de segunda-feira (7). Com ajuda de testemunhas, os guardas municipais fizeram a detenção do autor do crime e o encaminharam para a Polícia Civil.

Outra ocorrência foi registrada no sábado (5), quando imagens de câmeras de segurança de um condomínio na Avenida José Barbanti Neto, via de ligação ao bairro Vale do Sol, mostraram um grupo de rapazes incendiando uma mata.

O sistema de inteligência da Guarda Municipal rastreou o veículo que aparece nas imagens e conseguiu fazer a sua identificação, além de um dos condutores. As informações foram repassadas para a Polícia Civil para a continuidade da investigação.

Denúncias

Em caso de queimadas, qualquer morador de Araraquara pode fazer denúncias pelos seguintes contatos:

Queimadas urbanas: 0800-770-1595 (Daae)
Guarda Municipal: 153
Corpo de Bombeiros: 193
Defesa Civil: 199
Disque ambiente (área rural): 0800-11-3560
Polícia Ambiental: 3335-7980
Cetesb: 3332-2211

WhatsApp Edinho Prefeito