Quilombo Rosa vai gerar emprego e renda para as mulheres - Edinho Silva
Seta topo ações contra a covid-19

Quilombo Rosa vai gerar emprego e renda para as mulheres

Na manhã desta segunda-feira (5), o prefeito Edinho vistoriou as obras de construção do prédio para implantação do projeto Quilombo Rosa, que fica localizado na Avenida Lázaro Machado, 1150, no Valle Verde.
“A obra foi escolhida como prioritária na plenária temática de Mulheres do Orçamento Participativo: serão investidos R$ 480 mil”, explicou Edinho.
Os serviços envolvem a construção de cozinha, lavanderia, sanitários masculino e feminino para pessoas com deficiência, vestiário, sala multiuso, administração e varanda com espaço para convivência.
“O Quilombo Rosa inclui área de lazer e espaço voltado a cursos para geração de trabalho e renda para as mulheres da região norte da cidade, com incentivo ao cooperativismo e à economia criativa e solidária. Um projeto fundamental para a população que mais precisa, em especial para as mulheres”, salientou o prefeito, que visitou a obra acompanhado da vereadora Thainara Faria (PT) e do coordenador de Participação Popular, Vinícius Soler.

O projeto

O Quilombo Rosa é um espaço que será voltado exclusivamente para as mulheres e fornecerá cursos na área do cooperativismo e da economia criativa e solidária. A escolha do local atende o pedido das mulheres da cidade e se deve ao grande contingente populacional da região e à ausência de equipamentos públicos que promovam atividades de geração de trabalho e renda.
Vale destacar que o Orçamento Participativo, na atual gestão do prefeito Edinho, contou com a participação de mais de 20 mil pessoas e foi responsável pela escolha de obras que somam mais de R$ 60 milhões em investimentos em toda a cidade.

Ações voltadas às mulheres

Segundo os números divulgados pelo IBGE após o Censo de 2010, Araraquara contava, naquele ano, com 108 mil mulheres e 100 mil homens.
Preocupado em atender essa demanda, o prefeito Edinho instituiu a Plenária Temática das Mulheres no Orçamento Participativo, que foi responsável por eleger a implantação de um centro de referência para a mulher gestante e pós-parto (Programa Municipal Multidisciplinar de Cuidados na Gestação e no Pós-Parto lançado), a implantação do projeto “Quilombo Rosa” e uma proposta consensual de um serviço de acolhida para as mulheres a Casa das Margaridas.
Além disso, a atual gestão municipal instituiu o Plano Municipal de Políticas Públicas para a Mulher, composto por 22 diretrizes, para o período compreendido entre os anos de 2018 e 2021, promoveu a posse do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e lançou o Guia de Serviços para a Mulher de Araraquara.
A Prefeitura também fechou uma parceria no projeto Promotoras Legais Populares de Araraquara, com Coletivo Bennu e Defensoria Pública do Estado de São Paulo, em uma ação que conta hoje com 130 mulheres formadas.
Edinho também conseguiu a nova sede do Centro de Referência da Mulher, agora em local mais acessível e acolhedor. Também foram promovidas diversas ações e campanhas na cidade pelo fim do assédio e da violência contra a mulher.

WhatsApp Edinho Prefeito